Posted by: Marcela Bonazzi | July 17, 2012

Crazy Internet People

Eu sou rata de internet desde que ela começou a ficar grande no Brasil. Tinha conexão discada, aquela que vinha com CD de instalação do UOL e só podia usar de madrugada para não encarecer a conta de telefone, lembram? Ficava no ICQ do meu irmão conversando com as amigas dele que tinham paciência para a irmãzinha caçula dele e mais tarde tive o meu próprio, onde conversava com os colegas de classe e vizinhos do prédio.

Isso é um jeito meio longo de dizer que eu sou meio viciada em internet. Uso todos os dias, o tempo todo. Em casa, no trabalho, na estrada, no computador, no celular, em tudo quanto é canto. Mas ainda sou da época em que era algo perigoso, que atraía pedófilos e sequestradores que entravam no chat do UOL para procurar suas próximas vítimas. Então amizades virtuais não eram exatamente bem vistas.

Ainda hoje existe um preconceito, mas quase nem se compara ao que já foi um dia. E eu fico muito feliz por isso, pois foi na internet que encontrei pessoas que hoje são essenciais e tão especiais para mim. E tudo por uma paixão em comum: séries.

Meus primeiros amigos virtuais surgiram com a Fresh News on Gilmore Girls, uma comunidade do Orkut cheia de fãs da série que comentavam todos os dias sobre os episódios, spoilers, notícias, ships e trocos não devolvidos. Passava horas do meu dia lá, naquela comunidade, conversando com os meus novos amigos. E amava. Meus pais nem tanto.

Uma das pessoas que “conheci” foi a Tathy. Quando Gilmore Girls acabou *tear* aos poucos fomos perdendo o contato e nos falando cada vez menos. Até que não. Eu e a Tathy encontramos outro amor em comum: Glee. E foi ela quem me apresentou à Luce e foi assim que reencontrei a Adara, também da época da Fresh News.

A partir daí é tudo história. Mas é uma daquelas coisas meios loucas onde vocês se conhecem há um ano, mas parece que é uma vida toda. Uma participa tanto da vida outra e está sempre tão presente – mesmo quando está longe – que é uma loucura pensar que há pouco tempo atrás eu não tinha nenhuma das três na minha vida. Quatro, se você contar a Ellis, que me conquistou na primeira vez que peguei ela no colo e ela não tentou agarrar meu óculos no alto de seu um aninho.

Depois de dois ou três meses conversando só por internet, mas já tão presentes, decidimos nos encontrar. Mera formalidade, se você me perguntar. Elas já eram minhas grandes amigas e dizia pra quem quer que perguntasse. No final foi a melhor coisa que fizemos porque conversamos até não podermos mais e rimos como se fizéssemos aquilo toda semana.

Hoje é tudo tão natural que é muito estranho pensar que um dia não foi assim. Hoje elas me aguentam, me aconselham, comemoram, vibram e surtam comigo. Falamos sobre séries, comida, vida, problemas, viajens, amiga e qualquer que seja o tópico da vez. Tudo pela internet. E sempre que os planetas se alinham a gente se encontra para comer/ver séries/conversar.

Então, eu queria agradecer a internet. Não só minha vida seria um lugar bem menos colorido sem ela, mas também teria me impedido de encontrar essas meninas que entraram no meu coração e lá vão ficar para sempre. Girls, vocês sabem, né?❤


Responses

  1. Ownnn…. *tear*
    Não é justo fazer chorar no dia do amigo.
    Love you too hon!
    Internet é a melhor invenção ever e GG também.


Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Categories

%d bloggers like this: